Segunda lição em tempos de Pandemia : Confiança

#pandemia #terapiaonline #emdronline #psicologiaonline #traumaepandemia


Nestes últimos meses temos sendo expostos a realidade de que não temos controle do mundo externo, ou seja, temos que enfrentar que era ilusão as certezas que sabíamos o que acontecerá no final deste ano, ou que os investimentos realizados darão o lucro planejado, ou que acontecerá a realização da cerimônia do casamento do meu filho em tal data, ou que irei me formar neste ano. Neste momento de Pandemia somos forçados a perceber que talvez não seja possível, ou teremos que adiar, ou não mais acontecerá. E, essa realidade pode abalar a confiança.

A confiança é uma virtude que se expressa em nossas atitudes diante da vida cotidiana, com relação as nossas relações, os nossos projetos, as verdades que construímos sobre a realidade, bem como as visões de mundo que norteiam as escolhas e decisões que tomamos. A autoconfiança é o quanto se acredita nas suas capacidades e habilidades para realizar algo, ou para resolver situações que se apresentam de forma desafiadora e não prevista. Dessa maneira diante da Pandemia a autoconfiança pode ser nossa aliada ou pode ficar abalada diante de algo que não controlamos e nem temos previsão.

O que vemos nos comportamentos de grande parcela da população é a expressão dos extremos entre a forte desconfiança de tudo, que gera medo, e até pânico e a autoconfiança que beira ao egocentrismo de que comigo nada irá ocorrer, eu sei me cuidar, isso não irá acontecer comigo. Num momento em que somos chamados pela realidade a perceber que somos parte de uma coletividade, essas posturas extremas se caracterizam em um grande obstáculo para vencermos essa batalha.

Pensemos as atitudes das pessoas egoístas, de pensar em seu bem estar, de ficar em seu lugar de arrogância coloca em risco as pessoas a sua volta, bem como agravam o medo daqueles que estão sofrendo com a desconfiança. O uso de máscaras é uma expressão de cuidado, e nos sinaliza se podemos confiar minimamente na pessoa que se aproxima. Se você vai entrar no elevador e outra pessoa se aproxima para entrar junto sem estar usando máscara, ela está comunicando que não está tendo autocuidado, então ela indica que você precisa confiar em sua percepção e agir com gentileza, porém com firmeza solicitando que ela não entre no elevador, ou a deixe ir primeiro.

A autoconfiança neste momento precisa ser expressa para que você tenha autocuidado, não aceite que a negligência do outro lhe coloque em risco, gentilmente se proteja. Sua atitude poderá inclusive levar o outro pensar sobre o que está fazendo. Outro exemplo é se negar a participar de uma festa, isso denota maturidade de entender que o inadequado é fazer um convite para uma aglomeração e, lhe convidar para juntos arriscar sua vida e das pessoas que você ama.

Nesse momento o cuidado para não se contaminar ou contaminar o outro não é insegurança, pois aliada a confiança devemos ter a prudência. No caso da Pandemia vemos que os grupos de risco não configuram os únicos a perder a vida, ou seja, algumas pessoas jovens, saudáveis perderam suas vidas. Então, lembre-se a ciência está estudando esse vírus, e construindo protocolos de atendimentos que tem sido frequentemente revisados, devido as mutações do vírus conforme a região em que ele se encontra, dessa forma é preciso paciência, aliada a prudência. Não queira entrar num jogo de sorte ou azar, não se arrisque isso não é confiar em si, e nem tão pouco confiar ou ter fé em Deus.

A fé consciente não brinca com a segurança da sua vida e dos outros, então confie, mas seja prudente, seja paciente. O fanatismo religioso pode levar as pessoas a terem pensamentos mágicos, bem como atitudes de negligência com os cuidado com a saúde, porque colocam a responsabilidade em Deus, temos que considerar que o conhecimento cientifico é uma emanação dos talentos que nós humanos possuímos, e que se é usado para o bem, para a cura é um ato de amor e de cuidado com o próximo. E, como bem lembro não se deve provocar Deus para provar sua existência. Se há formas de você impedir o seu sofrimento e de muitos, por que exigir que Deus tenha atitudes que você pode ter, com uma postura de humildade e de cuidado?

Tenha paciência e confie, saiba que nesta batalha cada um tem sua função, reflita qual é a sua? E, pense em ser a partir do seu lugar um estímulo para aqueles que estão lá nos hospitais cuidando, se doando para além de suas horas de trabalho, e que todos os dias precisam lidar com a dor de perder pacientes, de poder oferecer o melhor tratamento e apesar desta dor continuam. Eles precisam confiar que o esforço deles vale a pena, mesmo diante das perdas. Será que não podemos fazer um esforço e confiarmos que as orientações da ciência são neste momento o único caminho que pode nos proteger e nos guiar no caminho para vencer essa realidade difícil?

Que cada vida seja valorizada em nossas atitudes, vamos confiar na capacidade do ser humano em ser melhor para si e para o outro, e essa confiança virá de forma forte e consistente se cada um de nós assumirmos o lugar de agente da vida, cuide-se, seja prudente e contribua para fortalecer a prevenção em cada lugar que estiver, não banalizando os cuidados de higiene. E, por favor use máscara, use-a com a consciência de que é necessário para sua proteção, bem como é um ato de amor com o outro.

Tenhamos a confiança de que tudo irá passar, pois segundo a filosofia budista a vida é regida pela lei da impermanência, ou seja, tudo muda o tempo todo, dessa forma podemos ter a certeza de que não há dor que dure para sempre. A realidade muda e precisamos mudar com ela, para nos adaptar de forma saudável, houve um tempo que não precisávamos usar máscaras e nem evitar os abraços, neste momento essas medidas são fundamentais para preservar a vida de cada um de nós. Mas, com certeza se agirmos com paciência e confiança estamos nos aproximando mais da possibilidade de em breve podermos novamente nos abraçar e tirarmos as máscaras para sorrir com a alegria de podermos estar juntos e celebrar a vida.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Basic Square

Rua: Coronel Santiago, 627

Anita Garibaldi , Joinville - SC

Whatsapp: 47 98483 1510

​© 2016 por Marínea Fediuk - Todos os Direitos Reservados a Marínea Fediuk. Orgulhosamente criado por Anchieta R.